Emerson Almeida

Desenvolvimento de softwares, jogos, músicas e músicas de jogos…

Telefônica/TVA: há discriminação até para levar fibra ótica?

Hoje queria falar sobre um problema que meu bairro (e provavelmente outros que não se localizam mais ao centro de São Paulo ou bairros nobres): banda larga, de qualidade.

No meu próprio caso, moro no local há dois anos e não consigo mais engolir aquela conversa fiada da Telefônica sobre “ausência de estabilidade” para concluir a venda do Speedy. Não tem é merda nenhuma.

Pois bem. Logo aqui do lado está localizado um condomínio pra gente classe C/D: o Valle Verde Cotia.

Por aqui o povo está cansado de ligar solicitando banda larga mas nessa última semana a Telefônica(/TVA) passou cabos para serviços de fibra ótica.

Segundo um instalador de telefones, a Telefônica está mandando fibra ótica nas modalidades FTTH (Fiber To The Home) e FTTA (Fiber To The Apartment) para esse condomínio, sob o argumento de “residências de luxo”. Sei…

Ainda é cedo para dizer que essa informação é verdadeira, até porque acompanhei o cabeamento à pé e não houve qualquer desvio de trajeto para o condomínio, por nenhuma das entradas. Vamos esperar porque agora eu não quero mais Speedy; quero fibra ótica de 100Mb.

Se a afirmação for verdadeira, então é muita malandragem: não trazer o serviço a quem está desesperado para adquirir e esfregar a fibra ótica debaixo do nariz dos moradores para atender apenas uma parcela do bairro. Se for verdade, alguns moradores já afirmaram que vai haver retaliação.

Bom, ficam algumas fotos do que eu andei vendo por aqui. Detalhe: estou a quinze metros desse local.

29072011008290720110092907201101029072011012

E se alguém pensa que a infraestrutura nos postes não passa de uma maçaroca seja o motivo de não instalarem banda larga, dê uma reparada na Av. Padre Antônio José dos Santos, no Itaim Bibi e concluir que lá não está nada melhor.

Acredito que a Telefônica/TVA trabalhe com o conceito de que quem mora em outras localidades só quer banda larga por caridade ou de graça. Será que é por isso que demoram tanto ou é preguiça mesmo de lidar com topologias mais complexas? E quando lidam, é só lixo de serviço.

Até a próxima!

16 Respostas para “Telefônica/TVA: há discriminação até para levar fibra ótica?

  1. Andre Voorhees 12/08/2011 às 14:04

    Creio que o metodo retaliação que a população queira fazer seja na sede com protestos e civilizados. Porque se for pra prejudicar dos ricos que adquiriram o produto, seria algo sacana e desmerecido por voces.

    Os que conseguiram o produto não tem o direito de arcar com o revés de voces.

    • Emerson 12/08/2011 às 22:22

      Caro Andre Vohrees:

      Acho que de seu comenntário, com um fundo de preconceito, só posso concordar com isso:

      “Os que conseguiram o produto não tem o direito de arcar com o revés de voces.”

      Com certeza, eu ficaria muito irritado por pagar por um serviço que não me é entregue plenamente ou corretamente por intromissão de terceiros que se sentem lesados pela companhia mas, ao contrário de você, eu acho que a Telefonica não tem argumentos para não levar o serviço a vários outros bairros.

      Vamos por partes…

      * A aquisição do serviço fibra banda larga TVA não exige comprovação de renda, somente o CEP para consultar a disponibilidade mas, menos que a ultra banda larga, a Telefônica dispõe de serviço Speedy 30Mb, não exigindo comprovação de renda mas sim o CEP para disponibilidade;

      * O serviço de banda larga na modalidade FTTH não pressupõe pagamento prévio de qualquer valor para a sua instalação;

      * A Telefonica, mesmo que em condomínio de luxo, não vai oferecer FTTA se na portaria não há nada disponível;

      * O que a Telefonica faz (e qualquer outra prestadora) é oferecer o serviço de cabeamento do condomínio, mediante a disponibilidade de fibra ótica no logradouro. Isso não é gratuito e depois de instalado, todos os interessados devem assinar para ter os serviços;

      * A regra do “rico” é aplicada pela Telefonica e isso é latente. Não há aqui de minha parte qualquer forma de discriminação. Se você leu as notícias de um ou dois meses atrás, verá que os R$ 200 mi em investimentos para expansão do serviços de ultra banda larga e televisão contemplam apenas bairros privilegiados (classses A/B, exceto Santo Amaro que contempla classes C/D mas são criteriosos por onde passam seus cabos);

      * R$ 220,00 ou 230,00 mensais por uma banda larga FTT* de 100Mb não é algo que somente ricos podem pagar. Qualquer moleque que trabalhe para manter seus vícios, como PC, PS3 e Xbox 360 e etc., não vê nenhum problema em pagar isso para jogar online ou baixar torrents em velocidades absurdas. Eu pago por isso sossegado e muitos outros aqui também, é só ter;

      * Numa regra geral, as pessoas possuem um PC, notebook e um PS3/Xbox 360 em suas casas. Parece muito diferente de uma casa rica? Não.

      Portanto, a lógica da Telefonica só é compartilhada por quem pensa que só rico pode ter o melhor. Se você tem, parabéns e te invejo mas não por que não posso pagar, porque posso, e sim por uma companhia que vê dificuldade em enxergar lucros em locais que os imóveis não são todos iguais.

      Obs.: depois de tantas reclamações dos residentes do bairro, a Telefonica andou ligando para oferecer o melhor que ela tem para nós: 1Mb. Que isso? Pão e circo? Você deve estar rindo agora depois dessa…

      Cabe uma reflexão: se no seu bairro só houvesse banda larga 2Mb e em um bairro da zona sul de São Paulo (Jardim Ângela, por exemplo) houvesse 100Mb. Qual seria seu argumento para reclamar dessa situação?

      Um abraço.

      • Fabio 24/10/2011 às 19:01

        O que ele quis dizer, é que os protestos e retaliações que é mencionado no texto, seja algo civilizado, na sede, como forma de protesto e não algo como vandalismo, cortar fibra ótica, etc, fazendo com que os “ricos” deixem de ter a FIbra também.

        Não acredito que exista essa tal de descriminação, é apenas uma jogada … a probalidade de assinantes em algumas regiões é maior do que em outras. Eles provavelmente estão verificando os clientes que possuem as maiores taxas de velocidade e simplesmente seguindo eles.

        Nada conspiratório, apenas estratégia de expansão.

      • christian 04/06/2012 às 16:31

        Christian

        Acredito que isso seja um problema causdado pela falta de concorrencia !
        Não moro em um bairro afastado ,não sou rico e tambem não consigo contratar a fibra ótica
        Só temos uma empresa fornecendo o produto no mercado então não tem como tentar nada pois estamos totalmente na mão desta empresa.
        Sobre fazer retalhações acho muito mais interessante as pessoas pensarem antes de votar,continuar cobrando seus representantes e não deixar tudo de lado por um jogo de futebol ou uma semana de carnaval.
        Temos sim que requerer nossos direitos como cidadão e como consumidores e isso não significa destruir nada e sim costruir uma cidade ou um baiiro ou um pais melhor e igual entre todos .

    • Alex 14/07/2012 às 2:24

      Concordo totalmente, pois moro na periferia também, e estou cansado de ligar para a Telefônica pedindo o aumento de velocidade do speedy e não consigo de jeito nenhum, entrei em contato com a ouvidoria da telefônica e anatel, e a resposta que recebi é que na região que moro não há disponibilidade de porta na central, enfim me deram desconto de um ano no Speedy e não aumentaram a velocidade porque não fazem investimento algum, um dia quem sabe a fibra chegue onde eu moro, ou quem saiba eu me mudo antes para perto da fibra, porque quem mora na periferia ou na região central precisa de uma internet de qualidade, depois o governo reclama que falta profissional de TI no mercado.

  2. puding 03/04/2012 às 19:40

    Amigo, porque a telefonica iria passar fibra optica na Brasilandia ou Nova Tiete, por exemplo? Pessoas ricas tendem a assinar serviços caros sem pensar duas vezes. Além disso, fica optica é cara para a telefonica, então, em bairros de rico é mais facil alguem assinar do que em bairros menos favorecidos economicamente.

    • Romenes 03/04/2012 às 20:46

      Dados os preços dos serviços de fibra ótica oferecidos pela Telefonica, faça uma relação preço/largura de vários serviços alternativos, incluindo Speedy, telefonica móvel e etc.

      Fibra 15Mb a R$ 89,00/mês, mais barato que o 3G da Vivo com fanquia de 4GB por mês.
      Fibra 30Mb a R$ 119,11/mês, enquanto o pacote Vivo pós 5GB custa 119,90 mensais.
      Fibra 100Mb a R$ 219,00/mês, apenas trinta reais mais caro que o pacote 10GB da Vivo.

      Só lembrando, a velocidade dos serviços móveis já ultrapassou a barreira de 1,5Mbps? Mesmo com a chegada do 4G (100Mbps), nem 10% da velocidade nominal da tecnologia eles vão fornecer.

      Usei o exemplo da Vivo para causar contradição na sua argumentação. Não é tudo a mesma coisa agora?

      Preciso continuar?

      Agora defina você o que é caro.

      Obs.: Caro para a Telefonica? Você se mostra ser tacanho com idéias tão tolas a respeito. Ela é esperta, não pobre. Antes a Telesp tivesse sido vendida para a Vodafone que para a Telefonica; esse questão já estaria resolvida. Mas claro, a propina determina os vencedores e não a competência.

  3. Ailton 30/05/2012 às 9:05

    Meu camarada, a periféria é abondonada por todos, não só pela Telefônica.
    Esses dias precisei de uma ambulância do SAMU, não foram sob alegação de muitas ocorrências, momento em que deparei com 06 ambulâncias no Hospital totalmente estacionadas sem atendimento, nós somos tratados como serem inferiores.
    Agora se vc estiver no grande Centro com certeza vai ser atendido por vários serviços e de várias empresas sem demora, por pura discriminação, pois vc trabalhando numa região da Paulista, Faria Lima ou Centro de SP, até parece que entrou numa porta e se transforma num outro ser do outro lado dessa porta.
    Incrível, mas é assim.
    Quero deixar claro que tb moro em periféria, da z/sul de SP.

  4. William Donizete 26/11/2012 às 11:21

    Amigo, nessas fotos onde aparece a plaquinha amarela é a mesma que tem colocaram em minha rua e lá, provavelmente, estará escrito: TIM – INTELIG – CABO OPTICO e se trata de fibra para conectar as Torres da TIM para o sistema 4G e também para lançarem o serviço LIVE TIM, internet por fibra FTTC da Tim. Mais detalhes pesquisa no Google. Em breve seu bairro irá ter se esse cabo for realmente da TIM-INTELIG. A concorrência está chegando!

  5. FAUSTO DE SOUZA NASCIMENTO 07/05/2013 às 3:36

    MEUS AMIGOS,NO PRÉDIO ONDE RESIDO NA BELA VISTA,UM TÉCNICO DA VIVO ESTAVA INSTALANDO FIOS PARA FIBRA ÓTICA,SÓ FALTANDO AGORA,FINALIZAREM O SERVIÇO NA REGIÃO.EU PERGUNTO SERÁ QUE TEREMOS MESMO TV A CABO POR FIBRA ÓTICA,CONSIDERANDO QUE O SISTEMA ANTERIOR ERA DE MMDS OPERADO PELA TVA E QUE FOI DESATIVADO DEIXANDO ÀS ESCURAS TODO O BAIRRO.OBRIGADO.

  6. Eduardo Araujo 29/07/2014 às 15:21

    No meu ponto de vista o que temos que entender é que os itens relevantes nesse caso são o custo do cabeamento e o custo da manutenção, mas não é o custo do cabeamento para a Telefônica mas sim para as outras operadoras (concorrência), por que isso? Simples, a antiga Telesp tinha São Pulo inteiro cabeado, possui Backbones em locais estratégicos para qualquer manobra (sejam pares de cabos de telefonia, Fibra ou qualquer outra tecnologia), qualquer outra empresa precisará primeiramente de autorização da prefeitura e da Eletropaulo (sem contar o famoso “Cafezinho”), trabalho na área de TI e sei por exemplo que qualquer fornecedor de Telecomunicação que queira estabelecer link iinterestadual com São Paulo, por exemplo para oferecer interligação entre as filiais de uma empresa esbarra na necessidade de fazer um acordo com a Telefônica para a chamada “Última Milha” pois sairia muito caro montar uma infra própria para ligar os dois pontos. O que é caro para a Telefônica é a manutenção da rede pois se ofertar o serviço de Fibra para algumas regiões sabem que precisaram trabalhar mais e melhor pois estarão as voltas com furtos de cabos, ligações clandestinas (já existem aparelhos capazes de decodificar os sinais de internet e tv em fibra). Não digo isso como preconceito pois moro também na Brasilândia e vejo isso acontecer por exemplo com a NET, sou assinante da TV porém eles não liberam o Combo por esse motivo, pra todo lado que se olha tem um “gato da NET”. Pra finalizar acredito que protestos nas sedes das empresas não funcionam mas sim um uma mobilização massiva sobre os órgãos reguladores através da internet e TV (mas evitando meios sensacionalistas para não cair em descrédito). Já enviei mais de 10 e-mails para a ouvidoria da NET e depois de muita insistência consegui uma audiência com um representante de negócios da NET para a próxima semana, acredito que esse seja o caminho.

  7. Mary 09/08/2015 às 11:59

    Apesar do post acima ser antigo (2011) ainda hj em pleno agosto de 2015 o problema continua, eu moro num bairro classe C ou D sei la e por aqui é só speedy msm, eu to desesperada pra colocar fibra ótica e ter uma velocidade superior a 1 ou 2mbs oferecidos atualmente, a GVT chegou a mt tempo aqui mas n atende meu bairro e a vivo q está aqui a vários anos não disponibiliza a fibra ótica na região onde moro,somente o centro da cidade e bairros mais nobres possuem esse privilegio, pra mim eh mt sacanagem msm e acima de tudo PRECONCEITO, pois apesar de n morar em área nobre da cidade eu tenho sim condições de adquirir uma internet melhor e tantos outros tbm tem. Eu só sei q eu to mt PUTA, pq msm tendo condições de pagar sou obrigada a me contentar com no máximo 2mbs de internet, puta q pariu né gente! Quero saber até quando essa palhaçada vai continuar já to cansada de tanto descaso por parte dessas empresas…

  8. Marcos Roberto Barsano 28/09/2015 às 21:10

    Todas as empresas de telefonia que prestam serviço de internet são preconceituosas e pra mim a culpa é do caralho da Anatel que serve apenas para cobrar propina das prestadoras e permitir que elas entreguem um serviço lixo para os pobres e um serviço melhor para os ricos apenas para dar um migué.
    Brasil vergonha de você!

  9. Marcos Roberto 23/06/2016 às 19:40

    Essa discriminação existe sim e é a regra no Brasil.
    O dinheiro do pobre aqui não tem valor.
    Operadoras como Vivo e Net esfregam internet de fibra no nariz dos ricos e para os pobres não ofertam nem ADSL.
    Em 2005 assinei um plano speedy de 4 MB no meu bairro em Taboão da Serra, hoje não consigo nem 2 MB. Um vizinho meu tentou esses dias e não conseguiu nada. Eles alegam que não tem portas disponiveis.
    A tecnologia evoluiu muito em 11 anos mas os serviços oferecid
    os pelo cartel da telefonia comandados pela Anatel só involuiu

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: